Quando eu tocar o céu

A chuva era forte e o dia tornara-se noite. As luzes se acenderam para iluminar a esperança de todos, para que o bem prevalecesse, para que a tormenta fosse breve, branda como o vento que a trouxe. Mesmo quando as primeiras gotas de chuva escorreram sobre seu rosto delicado, era possível perceber o período de escuridão que iniciava-se, amedrontando as almas mais experientes, alimentando a fúria dos deuses da morte e da guerra. Todos desistiram de seguir rumo a luz, não era mais possível alcançá-la, porém, sempre acreditei que o mesmo Deus que trouxe a tempestade a levaria no momento certo, gratificando à todos. Sempre imaginei o dia em que vou tocar o céu, que meus pecados serão perdoados, meus desejos realizados, e que eu finalmente encontre a paz merecida. Nunca pensei nos dias de tormenta, apenas nos dias ensolarados, todos aqueles que passei e que ainda passaria ao seu lado, era tudo que sempre quis, tudo que sempre desejei. No fim, a força de vontade e meu instinto me fizeram ouvir os conselhos dos deuses, para que eu tivesse calma, sabedoria, e que assim, eu conquistaria todos os meus objetivos. Ao analisar minhas conquistas, apenas uma me faz ter orgulho de todas as outras, você. Hoje sei, que posso tocar o céu mesmo com os pés firmes em terra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: