Alta velocidade

O domingo começou com o GP da Hungria de Fórmula 1, até ano passado um dos mais chatos do ano, porém, com as novas regras as corridas mudaram e, apesar da pista estreita, o que se viu foi uma excelente corrida. Pouco antes da largada choveu e isso fez com que os pilotos que largaram do lado direito do grid se prejudicassem devido ao fato de o lado esquerdo estar mais emborrachado. As McLarens mostraram mais uma vez que estão forte e que pretendem continuar brigando pelo campeonato até o fim do ano. Alonso também andou forte, mas acredito que nesse caso deve-se muito mais ao piloto do que ao carro, pois o espanhol deu um belo show com a pista molhada. Felipe Massa até fazia uma boa corrida, porém, cometeu um erro e ficou para trás.

Com o chove e não molha, alguns pilotos escolheram táticas diferentes, entre eles Webber e Lewis Hamilton, que até então era o primeiro colocado e que também deu seu show, ambos escolheram colocar pneus intermediários no meio da corrida, porém, a chuva não veio. Melhor para Button, Vettel e Alonso, que fizeram o pódio GP da Hungria. Button mais uma vez fez uma corrida competente e sem erros, com seus estilo mais limpo de pilotagem conseguiu garantir a vitória, mesmo com as mudanças climáticas e as disputas com Hamilton, Alonso e Vettel. As brigas no pelotão intermediário foram bastante interessantes também, principalmente entre Sauber, Toro Rosso, Williams e Renault.

A partir das 14h tivemos a Brickyard 400, ou 400 milhas de Indianápolis, pela Nascar. A prova teve poucas bandeiras amarelas – a maioria por detritos – porém belas disputas. A vitória ficou com Paul Menard, que fez uma excelente prova e soube poupar combustível no fim, se mantendo a frente de Jeff Gordon, que parecia o carro a ser batido, com grandes voltas e sempre entre os primeiros colocados. Kasey Kahne que largou em segundo e disparou logo no início da prova parecia ter um bom carro, mas acabou lá atrás. Outro piloto que teve um carro forte durante todo o fim de semana foi Matt Kenseth, que acabou com a sexta colocação. Alguns pilotos praticamente não apareceram nessa prova, como Kevin Harvick, Kyle Busch, Carl Edwards, Denny Hamlin e Clint Bowyer.

Apesar de chegar na segunda colocação, Jeff Gordon mostrou que tinha um grande carro e que a vitória escapou por méritos de Paul Menard. No fim da prova o carro 24 era cerca de dois segundos mais rápido por volta, já que JG não precisava poupar combustível, diferente do líder. Apesar disso, foi um bom resultado para se consolidar no Chase e mostrar força aos rivais, quem sabe a vitória não vem em Pocono.

BM

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: