Devaneios

As lembranças de outrora continuam presentes e com certa frequência perturbam o sossego da minha alma, o coração acelera e assim se torna impossível não recordar, com alegria, dos momentos que se foram. Será que terei a oportunidade de viver aquilo novamente? Será que ela se lembra destas coisas como eu?

Posso sentir o doce sabor das palavras proferidas, as lagrimas de alegria e o acelerar do coração. O frio na barriga a cada nova descoberta, o sorriso largo ao receber um buquê de rosas. Onde foi parar a simplicidade dos pequenos gestos? Sim, eles se foram…

Com pesar segui por um caminho que eu não queria, mas que era pra ser seguido. As fotos na parede do quarto e as tardes no interior ficaram no passado, assim como o prazer da companhia. A cada dia torna-se mais difícil estar só depois de ter vivido tanta felicidade. É difícil.

Resta-me apenas seguir sem rumo, porém, com a mesma determinação de sempre, para quem sabe encontrar a felicidade novamente. Pode ser assim, meio sem querer, seria muito bem vinda…

Etiquetado , , , , , ,

3 pensamentos sobre “Devaneios

  1. Larissa disse:

    Que lindo muito profundo!!

  2. Letícia disse:

    Morri! =x

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: