Amsterdã: a cidade das bicicletas

Como alguns de vocês sabem, fui para Amsterdã fazer a Maratona e acabei ficando mais alguns dias lá, e antes que algum engraçadinho pergunte, não usei nenhuma droga, nem comi nenhum bolinho especial, não curto essas coisas.

Enfim, a cidade é maravilhosa, da pra fazer tudo a pé ou de bicicleta, por falar nelas, é incrível como a cidade toda tem uma estrutura perfeita para elas e as pessoas realmente andam muito de bicicleta. Acho que tinha mais gente de bicicleta do que de carro ou moto. Eu aluguei uma bicicleta no primeiro dia que cheguei a Amsterdã para ir buscar o kit da Maratona, no percurso passei por lugares incríveis, como parques, ruas tranquilas, campos de futebol, ruas comerciais etc.

Os holandeses em geral são extremamente educados, e o povo realmente é bonito, mulheres, homens, crianças, e até alguns vovôs eram estilosos. No primeiro dia em Amsterdã também encontrei minha grande amiga que tem mora na Holanda, a Fê Ogochi, ela me levou para conhecer alguns lugares e dar uma volta por Amstedã, além disso, jantamos em um restaurante muito bacana e até “conhecemos” um dos Coffee Shops mais famosos lá, o Bulldog.

Em Amsterdã também fiz compras, visitei muitas lojas, livrarias, locais históricos e andei de trem, tirei muitas fotos(estão no meu Facebook) e andei muito a pé, comprei Oreo e ganhei Stroopwaffles da Fê, além é claro, de ter corrido os 42km da maratona, que passou por lugares incrivelmente belos e inspiradores. No penúltimo dia eu sentei numa próxima ao meu hotel e fiquei observando o comportamento das pessoas na rua, fiquei imagino como deve ser morar ali, um país de primeiro mundo com muitos córregos e ruas estreitas. Muitas pessoas me perguntaram se os corregos que atravessam a cidade cheiram mal, diferentemente do que acontece aqui no Brasil, a cidade não fede, pelo contrário, você não sente cheiro nenhum. É realmente diferente.

Eu andei muito com a câmera fotográfica no pescoço, de dia e de noite, e em nenhum momento fiquei com receio ou medo de ser assaltado nem nada, no dia que fui embora saí do hotel antes das 6h da manhã, ainda estava escuro, eu fui até a estação central a pé, levando minha mala de viagem com tudo dentro, e mesmo assim não tive um pingo de medo. Definitivamente eu moraria em Amsterdã, o lugar é um espetáculo.

No próximo post falarei sobre Berlim, a cidade fantasma. =)

BM

Etiquetado , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: